15 – por Frank Dezeuxis

Com a palavra Frank Dezeuxis, amigo e artista extraordinário:

Eu tenho especial predileção pela subversão dos códigos cotidianos dos corpos em tensão e relaxamento. Busco distorcer para dilatar essa presença física do corpo erótico comum, ordinário, para criar outras formas de moldá-lo e percebê-lo. Torná-lo extraordinário, ampliando assim nossa visão sobre o nu e seus estados estéticos.[…]

[…] Com o Hugo, eu optei pela torção do corpo e também pela hipertensão da luz in loco, uma vez que não quis fazer uso de nenhum artifício de edição de cor ou pós-produção. Tudo que você vê foi resultado do que fizemos ali, na hora. Hugo com seu corpo entregue e generoso, eu com minha câmera e idéias incessantes.[…]

[…] Que venham cem ensaios nus, que venham centenas. Foi um prazer participar como um bacante dessa celebração. Para além do nu, mas principalmente do desnudamento do livre espírito humano. — Frank Dezeuxis

“Entre todas as formas de expressão humana, a estética é aquela que, mais do que qualquer outra, é responsável pela nossa felicidade”

— Domenico de Masi, “O Ócio Criativo”