13 – por João P. Teles

Eu ia visitar meu irmão em Brasília e resolvi contactar alguns fotógrafos da capital cujo trabalho eu admirava. Eu e o João P. Teles vínhamos acompanhando os trabalhos um do outro há alguns meses e adoramos a oportunidade de finalmente colaborar. Nós dois queríamos um ensaio ao ar livre, e em Brasília, isso nos deixou com duas opções sem grande risco de perturbar a tranquilidade administrada da capital política do país com a minha nudez: algum canto escondido de concreto ou algum dos vários parques ao redor do Paranoá. Como o sol estava brilhando gostoso no começo da tarde, decidimos pelo parque. A água clara e agradável do Parque das Garças, a vista para o Palácio da Alvorada — onde nossa Presidenta ainda habitava antes do golpe, a simpatia do João e a conexão que criamos rapidamente e o fato de que eu estava longe de casa e do trabalho por alguns dias: tudo isso fez com que eu me sentisse desfrutando de férias bem merecidas.

Descobri o trabalho do Hugo pelo tumblr, onde vi as fotos do ensaio clicado pelo Fernando Schlaepfer para o 365 nus, lindas. Fui atrás de mais fotos e então encontrei o site do projeto 100 NUDE Shoots (of Hugo). Fizemos contato e a conversa sobre fotografia e sobre a ideia do projeto fluiu. Semanas depois, o Hugo me disse que vinha pra Brasília e combinamos a colaboração. O nu fotografado sempre me encanta, e existem várias formas de enxergar a nudez. Neste ensaio eu quis abordá-la como algo leve, natural e fluido. Fotografamos no Parque das Garças, às margens do Paranoá, um dos meus lugares preferidos em Brasília. Fiquei muito feliz em conhecer o Hugo e poder contribuir para o projeto com a minha visão. Espero ansiosamente ler as opiniões sobre o ensaio! — João P. Teles